sábado, 29 de setembro de 2012

Após lesão de Hulk, Gustavo Ximu vence luta principal do WOCS 21

Jadison Tita, Bruno Robusto e Alexandre Pulga se destacam em noite de boas lutas no Rio de Janeiro

>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue   

Um evento repleto de boas lutas terminou com um anticlímax nesta sexta-feira. Gustavo Ximu derrotou Ricardo Hulk na luta principal do Watch Out Combat Show (WOCS) 21, no Rio de Janeiro, por desistência de Hulk, que lesionou o joelho direito durante uma disputa de posição no chão. A noite teve ainda vitórias convincentes de Alexandre Pulga e Bruno Robusto e uma virada heróica de Jadison Tita, que entrou lesionado contra o favorito Wallace Negão.


Ximu (segundo da esquerda para direita) posa com sua equipe, incluindo Rousimar Toquinho (segundo da direita para esquerda), após a vitória no WOCS 21 (Foto:Ana Hissa/SporTV)

No evento principal, Gustavo Ximu começou melhor, com chutes baixos potentes. Hulk, todavia, marcou bem um desses chutes e levou a luta para o chão. Ximu conseguiu uma raspagem e agarrou a perna direita do adversário para encaixar uma chave de calcanhar. Durante a disputa de posição, porém, Hulk pareceu torcer o joelho e desistiu do combate. Ximu nunca pareceu ter a posição firme e logo transitou para a montada, mas o adversário já havia parado. O combate parou e o público ficou alguns segundos sem entender se a luta havia terminado ou não, até o árbitro encerrar e apontar vitória para Ximu.

Gustavo Ximu larga a chave de calcanhar e Hulk
desiste do combate (Foto:Ana Hissa/SporTV)

- Ele foi um adversário muito duro, que engrandeceu o evento, mas acabou com uma infelicidade. Eu encaixei uma chave, apertei um pouco e estalou o joelho. Fiz o camp para essa luta na BTT (Brazilian Top Team), já gostava muito dessa chave e o Toquinho também usa muito no jogo dele. Então, foi perfeito, porque casou no meu jogo e treinamos bastante em cima disso - explicou Ximu.

No coevento principal, Alexandre Pulga, que desceu dos pesos-leves para os pesos-penas, começou a luta colocando Felipe Alves para baixo e pressionando. Felipe, todavia, rapidamente se recuperou e se levantou. Não durou muito tempo, e o carioca novamente levou a luta para o chão. Com cerca de dois minutos restando, encaixou um triângulo e forçou o adversário a bater em desistência, mantendo assim sua invencibilidade em 12 combates.

- Em junho, fui para a Blackzilians, saindo na porrada lá, e depois voltei e completei meu trabalho aqui. Muita gente vê só a luta, mas estou cortando peso há quatro meses, trabalhando muito, foi muito suor. Fiz treino mentalmente diariamente. Visualizo a luta em cada treino. Eu me preparei psicologicamente para entrar aqui e saiu tudo bem, graças a Deus - declarou Pulga. Após a luta, ele foi cumprimentar a torcida, que o apoiou desde o início.

Alexandre Pulga agradece ao apoio da torcida no
WOCS 21 (Foto:Ana Hissa/SporTV)

Uma das lutas mais aguardadas do evento foi a que apresentou Wallace Negão, ex-sparring de Anderson Silva, e invicto em três combates, contra Jadison Tita, que aceitou o confronto com dois dias de antecedência. Negão dominou desde o início, quando acertou um chute alto na cabeça, e derrubou o adversário repetidas vezes com socos e chutes. O lutador da BTT se recusou a ir para o chão com Tita pela maior parte do primeiro e segundo rounds, mas o paraense, que sentiu o joelho direito ainda no vestiário, insistiu, e enfim levou o duelo para o solo na segunda metade do segundo round. Fora de seu elemento, Negão, especialista em muay thai, foi vítima fácil e acabou finalizado com um mata-leão.

- Senti essa luta, o cara muito forte, chuta bem, mas é sangue no olho o tempo todo. Tem que ter muito coração pra subir aqui em cima - afirmou Jadison Tita ao canal Combate.

Outra luta que chamou a atenção foi a entre Bruno Robusto e Sérgio Bomba, que não durou nem um minuto. Bomba começou o combate indo para cima, mas Robusto acertou uma combinação de gancho com upper que derrubou o adversário.

- Ele sentiu o gancho de direita, tentou me colocar pra baixo, ainda dei dois golpes, mas ele já estava apagado - disse Robusto.

Confira todos os resultados da noite:


WOCS 21
28 de setembro, no Rio de Janeiro (RJ)

Gustavo Ximu venceu Ricardo Hulk por finalização (chave de calcanhar) no primeiro round
Alexandre Pulga venceu Felipe Alves por finalização (triângulo) no primeiro round
Julio Cesar Merenda venceu Mauricio Deltinha por decisão unânime
Bruno Robusto venceu Sérgio Bomba por nocaute no primeiro round
Gabriel “Monkey” venceu Thiago dos Santos por finalização (mata-leão) no segundo round
Marcos Vinicius Cabecinha venceu Claudir Dutkevis por finalização (chave de braço) no terceiro round
Jadison Tita venceu Walace “Negão” Lopes por finalização (mata-leão) no segundo round
Jamilson Dadozinho venceu Jonathan Karatê por nocaute no terceiro round
Francisco "Chicão" Pezzi venceu Wellington Azevedo por decisão unânime dos juízes
Oton Jasse venceu Jonas Silva por nocaute técnico no primeiro round




Fonte:SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More