domingo, 30 de setembro de 2012

Itamar Rosa surpreende e derrota Orgulho na luta principal do Jungle 43

Na luta co-principal do evento, o gaúcho Pedro Rosa finalizou o paulista Edvaldo Gameth e enfrentará Itamar nas semifinais do GP dos médios

>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue   

O baiano Kléber Orgulho e o gaúcho Itamar Rosa disputaram neste sábado, em São Paulo, a luta principal do Jungle Fight 43, que valeu pela primera rodada do Grand Prix dos pesos-médios. Rosa, que tinha 5-2 no cartel, chegou à sua 6ª vitória ao derrotar Orgulho (10-4) na decisão dividida sos juízes.


Itamar Rosa levou a melhor sobre Kleber Orgulho no Jungle Fight 43 (Foto:Levy Ribeiro/Divulgação)

Em um combate muito agitado e com reviravoltas fantásticas, Itamar se mostrou um grande guerreiro e aproveitou o cansaço de Orgulho para castigar o adversário nos dois últimos rounds e ganhar na decisão dos juízes. Após um primeiro round com dois knockdowns contra, onde o atleta gaúcho parecia que iria sucumbir, ele voltou mais concentrado e teve muitas chances de finalizar o combate, mas Orgulho conseguiu se safar de todas e sobreviver até o fim da luta.

Com a primeira etapa do GP já superada, Itamar Rosa terá pela frente o também gaúcho Pedro da Rosa Neto, que venceu o paulista Edvaldo Oliveira Gameth no coevento principal da noite.

A vitória de Pedro da Rosa sobre Edvaldo Gameth veio por finalização no terceiro round. O combate foi bastante agitado e ambos os lutadores partiam para cima. Com uma pequena vantagem para Gameth, Rosa precisava tirar algo da cartola no último round se quisesse vencer o confronto. A oportunidade veio faltando menos de um minuto para o término da luta e Rosa aproveitou encaixando uma bonita chave de joelho para encerrar o combate.

A ex-BBB Fani Pacheco foi ring girl do Jungle 43
(Foto:Rodrigo Faber/Globoesporte)

A outra semifinal do GP dos pesos-médios já havia sido definida no Jungle Fight 41, quando Ildemar Marajó derrotou Eder Jones na luta principal do evento e Ederson Lion derrotou Vitor Figueiredo, na luta co-principal.

Além dos grandes combates, o evento contou também com famosas ring girls como atração. O Jungle Fight 43 teve a presença da atriz e ex-BBB Fani Pacheco, ao lado da musa do MMA, Geisa Vitorino.

Duelo de gringos

Sean “Cubby” Peters, que teve o faixa-coral de sétimo grau no jiu-jítsu, Sylvio Behring, em seu córner, derrotou o boliviano Bazan Rojas e acumulou sua terceira vitória em quatro lutas de MMA. O duelo de gringos, que fez parte do GP dos pesos-leves, foi um combate agitado e marcou a primeira derrota de Rojas no MMA, após vencer suas duas primeiras lutas na modalidade. Com um início melhor de Bazan, a luta só foi definida quando Peters acertou uma joelhada na costela do boliviano no clinch, que fez com ele desabasse e sofresse uma sequência de socos até a interrupção do combate.

GPs dos pesos-leves e meio-médios

Além de Peters contra Rojas, o GP dos pesos-leves também contou com a vitória de Ary Santos sobre Robert “Pato”. A vitória veio com um nocaute impressionante, que juntou dois momentos históricos do MMA brasileiro. Ainda no primeiro round, Ary deu um chute muito similar ao aplicado por Lyoto Machida em Randy Couture, para em seguida encurralar o adversário na grade e aplicar uma joelhada voadora à la José Aldo, similar a ocorrida nos tempos de WEC, na vitória contra Cub Swanson. Com Pato já no chão, Ary partiu para cima e finalizou o combate com uma série de socos na cabeça do adversário.

No último confronto do GP dos pesos-leves, Lúcio Curado derrotou Gabriel Moreira na decisão dividida dos juízes, em combate marcado pela lentidão. Após três rounds amarrados e de muito clinch, a luta se mostrou indefinida até o fim do combate. A confusão foi tanta que inicialmente o locutor anunciou que Gabriel havia sido o vencedor do combate. Já comemorando a vitória, o atleta foi informado de que havia ocorrido uma revisão na pontuação e que o verdadeiro vencedor havia sido Curado.

Geisa Vitorino, musa do MMA, foi uma das ring girls do Jungle 43 (Foto:Rodrigo Faber/Globoesporte.com)

Depois de levar à loucura a torcida de Itu, sua cidade natal, no Jungle Fight 41, Douglas Bertazini não conseguiu emplacar sua segunda vitória seguida diante de Elias Silvério, na abertura do GP dos meio-médios. Elias foi superior durante todo o primeiro round e castigou Douglas até que uma sequência de joelhadas o fizesse desabar. Aproveitando a oportunidade para definir o combate, Elias partiu para cima e após uma saraivada de socos venceu com a intervenção do juiz.

Confira todos os resultados do Jungle Fight 43:

Jungle Fight 43
29 de setembro de 2012, em São Paulo


Itamar Rosa venceu Kléber Orgulho na decisão dividida dos juízes
Edvaldo Oliveira Gameth x Pedro da Rosa Neto - Eliminatória Peso-Médio, até 84 kg
Sean "Cubby" Peters venceu Bazan Rojas por nocaute técnico no primeiro round
Lúcio Curado venceu Gabriel Moraes Moreira na decisão dividida dos juízes
Ary Santos venceu Robert "Pato" Fonseca por nocaute no primeiro round
Elias Silvério venceu Douglas Bertazini por nocaute técnico no primeiro round
Reginaldo Vieira venceu Ronaldo Gauss por finalização (chave de braço) no primeiro round




Fonte:SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More