quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Esposa de Glover Teixeira lembra dificuldades do marido até o UFC

Ingrid Peterson conheceu o lutador na academia e recorda os problemas dele para conseguir o visto, após ser pego como imigrante ilegal nos EUA

>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue 

Há 13 anos, Glover Teixeira deixou Sobrália, em Minas Gerais, em busca de um sonho comum dos seis mil habitante da cidade: fazer carreira e dinheiro nos Estados Unidos. Cruzou a fronteira do México rumo a California, mas mal imaginava que além de se tornar um lutador de MMA, conheceria o grande amor da sua vida.

- Nos conhecemos na academia, nessa época ele nem sonhava em ser profissional de MMA, me disse que era lutador de boxe, mas nem fazia aquilo como profissão. Nos apaixonamos e foi muito intenso, participei desde o início da carreira dele e sempre o apoiei. Até na hora da decisão mais difícil, que foi voltar ao Brasil - conta Ingrid Peterson, a esposa de Glover.

Glover Teixeira e Ingrid, sua esposa (Foto: Arquivo Pessoal)

Como era ilegal no país, o brasileiro via a carreira evoluindo, mas não conseguia fechar o tão sonhado contrato com o UFC por conta da irregularidade no visto. Como forma de acelerar o processo, voltou ao Brasil, tendo que ficar longe de Ingrid durante três anos.

- Foi um período muito difícil, ninguém pode imaginar. Talvez só as pessoas mais próximas saibam como foi. Não gosto de falar desse período. - relembra ela, com lágrimas nos olhos e emocionada ao se lembrar da situação.

No fim de 2011, no dia do aniversário de Ingrid e na época de Natal, o Green Card saiu e, como consequëncia, o contrato com o UFC.

- Só acreditei mesmo quando eu estava dentro do avião. Ingrid foi mais do que uma companheira nesse tempo, nós falávamos diariamente, ela foi a grande força que eu precisava para poder seguir em frente. Agora é uma nova vida, poder ir e vir sem problemas, dividir meus treinamentos nos Estados Unidos e também com a família que construi aqui nesse tempo - conta ele.

Glover Teixeira fará sua segunda luta no UFC, contra o brasileiro Fabio Maldonado (Foto: Arquivo Pessoal)

A esposa esteve presente na estreia do lutador no UFC, quando Glover finalizou Kyle Kingsbury no primeiro round. Apesar de já ter vindo ao Brasil quatro vezes, essa vai ser a primeira que vai assistir a uma luta do mineiro no país.

- Estou muito entusiasmada, dizem que o evento no Brasil é diferente de todos os outros. Para quem vê o Glover como uma grande promessa, posso falar que eu sempre soube disso. Aposto em um nocaute no sábado.





Por:Ana Hissa/SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More