sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Overeem aceita desafio de Pezão: 'Temos negócios inacabados'

Lutador holandês também declara que não liga para provocações do brasileiro: 'No fim das contas o que acontece no octógono é o que importa'

>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue 

O agente de Alistair Overeem, Glenn Robinson, declarou na semana passada que o lutador holandês pode participar de um duelo antes de disputar o cinturão, caso o vencedor de Junior Cigano x Cain Velásquez tenha que ficar muito tempo sem lutar. Em entrevista ao site holandês "Mixfight.nl", Overeem confirmou as palavras de seu empresário e disse que quer entrar no octógono o mais rápido possível, assim que sua suspensão por doping terminar.

Alistair Overeem e Antônio Pezão são ex-lutadores do Strikeforce

Também na semana passada, Antônio Pezão, ao saber das declarações de Robinson, se colocou à disposição do UFC para lutar contra Alistair Overeem. Mais do que isso. Além do desafio, Pezão provocou dizendo que pode vencer o holandês, mesmo que ele tenha sido "criado em laboratório".

- Bem, se ele disse isso, então é uma grande notícia, já que estou aberto a lutar contra quem o UFC me der. Pezão é um bom lutador, deveríamos nos enfrentar no Grand Prix do Strikeforce, então temos negócios inacabados. (Sobre as provocações) Ele pode dizer o que quiser, no fim das contas o que acontece no octógono é o que importa - respondeu Overeem.

Alistair Overeem e Antônio Pezão seriam adversários nas semifinais do Grand Prix peso-pesado do Strikeforce, mas o holandês deixou a organização no meio do torneio, antes de enfrentar o brasileiro. Pezão acabou enfrentando Daniel Cormier, que venceu o duelo e depois ainda se sagrou campeão ao superar Josh Barnett na final.

Overeem (dir.) não luta desde que enfrentou Brock Lesnar, em dezembro (Foto: Getty Images)

Outro assunto abordado com Overeem foi uma entrevista de outro brasileiro, Junior Cigano. O atual campeão dos pesados do UFC disse que Overeem não merece disputar o cinturão e tentou ganhar a oportunidade usando os mesmos artifícios de Chal Sonnen, ou seja, provocar os adversários. O holandês, que recentemente ganhou do presidente Dana White a garantia de que vai disputar o título, se defendeu:

- Junior dos Santos diz todo o tipo de coisas que realmente não faz sentido. Primeiro, ele pediu para Dana White para lutar comigo, e, como um lutador que sou, aceitei tal desafio imediatamente. Agora, ele está dizendo que não mereço uma luta pelo título. Ele tem que entender que ele está mudando sua história o tempo todo. Isso vale também sobre essa história de ele dizer que sou da escola de Chael Sonnen. Eu nunca tornei a luta entre nós algo pessoal e eu nunca falei mal dele. A única coisa que eu disse foi que acho que ele tem medo de mim. E acho que ainda tem (risos). Quando assinei com o UFC, eu poderia facilmente ir para a disputa de título imediatamente, mas escolhi lutar com Brock Lesnar. Se o UFC quiser que eu lute pelo título, estou disponível, e se decidir me deixar lutar outra com pessoa primeiro, também estou bem em relação a isso. Sou um lutador e vou ter a minha chance, mais cedo ou mais tarde - declarou.

A luta entre Junior Cigano e Cain Velásquez, válida pela disputa do cinturão, será no dia 29 de dezembro, em Las Vegas (EUA), no UFC 155.





Fonte:SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More