sábado, 22 de dezembro de 2012

Marajó e Arinaldo vencem e são os novos campeões do Jungle Fight

Pelas semifinais dos moscas, Lúcio Curado e Sean Cubby levam a melhor


>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue

Ildemar Marajó é o novo campeão dos pesos-médios do Jungle Fight. Ele levou a melhor com um nocaute rápido e fulminante no seu oponente Itamar Rosa, com apenas 1m07s de luta. O paraense comemorou muito a conquista e avisou que já pensa em deixar o Jungle e buscar voos mais altos em sua carreira.

- Wallid, está na hora de sair do Jungle, né? Estou batendo o recorde de mais lutas no Jungle, 10 lutas. O recorde que era do Erick (Silva). Estou muito feliz - disse Marajó.

Ildemar Marajó recebe o cinturão dos pesos-médios do Jungle (Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)

A luta começou com os dois atletas trocando socos no centro do octógono, medindo a distância. Marajó não demorou muito para conectar uma boa sequência de socos e derrubar Itamar com um direto de direita. Após cair, o gaúcho ainda foi atingido por mais alguns golpes antes de a luta ser encerra pelo árbitro.


Pela final do GP dos moscas, Arinaldo da Silva precisou de apenas 57s para finalizar o rival Sidney Abedi e se tornar o novo campeão de sua divisão no Jungle Fight. Arinaldo iniciou o combate aplicando um golpe de judô para atacar por cima, mas Abedi conseguiu se defender. Na sequência, o potiguar continuou tomando a iniciativa e aplicou uma guilhotina por baixo, ainda de pé. Ao ser levado ao chão, com o golpe ainda encaixado, Abedi não aguentou e bateu.

- Um sonho para mim. Quero agradecer ao meu professor e mestre Jair Lourenço por ter confiado em mim e me dado essa oportunidade - disse Arinaldo, muito emocionado.

Arinaldo da Silva com seu cinturão dos pesos-moscas do Jungle Fight (Foto: Ivan Raupp/Globoesporte.com)

Lúcio Curado e o americano Sean Cubby estão na final do GP dos leves


Na primeira semifinal do GP dos leves, Curado venceu Ary Santos por finalização. Atleta de Campos dos Goytacazes, Ary dominou o ''morno'' primeiro round, buscando os melhores espaços na guarda do rival, sendo mais contundente nas ações e dominando o centro do octógono. Já no segundo assalto, ele foi surpreendido por Lúcio Curado, que acertou dois socos de direita e derrubou o rival. Após socar e castigar muito, Curado então partiu para a finalização, mas falhou ao tentar aplicar um katagatame. Em uma breve reviravolta, Ary transitou para pegar um triângulo, mas também não conseguiu o encaixe correto. Com 1m45s do segundo round, Curado encontrou enfim a posição correta para finalizar e aplicou um bonito mata-leão, encerrando o combate.


Já na segunda semifinal, o gaúcho Dimitry Zebroski perdeu para o americano Sean Cubby na decisão unânime dos jurados. Apoiado por sua torcida, o gaúcho Zebroski chegou a ir para cima do americano nos primeiros segundos de combate, mas Sean Cubby mostrou resistência e força. Após Dimitry acertar um golpe e derrubar o rival, Cubby conseguiu inverter a posição e controlar todas as ações, dando muito trabalho ao brasileiro, que se mostrou muito passivo. No segundo round, Zebroski voltou com mais vontade e derrubou Cubby com uma banda. Por cima, o gaúcho passou a socar muito o rival, mas sem força suficiente para acabar com o combate.
saiba mais

No terceiro e último round, Cubby conseguiu catar as pernas de Dimitry logo no começo e passou a trabalhar bem o ground and pound. A partir daí, o americano passou a dominar amplamente as ações do assalto. Sean tentou pegar o braço do rival para finalizar, mas não obteve sucesso. O lutador gaúcho ainda conseguiu se levantar, mas não demorou muito para ser derrubado novamente pelo oponente. Nos segundos finais, os dois até voltaram a ficar pé, mas permaneceu o jogo de Cubby, que derrubou de novo o brasileiro e garantiu sua vitória por pontos.


Primeiras lutas são marcadas por nocautes

No duelo de gaúchos pelo peso meio-médio, Douglas del Rio dominou amplamente o combate até acertar uma direita fulminante em Giovani Guedes e nocautear aos 3m38s do segundo round. Na segunda luta do show, o peso-mosca Wagner Noronha precisou apenas de 1m03s para nocauetar o oponente Claudir Dutkevis. Noronha derrubou o rival no início do combate e trabalhou bem no ground and pound, levando a melhor por nocaute técnico.

A terceira luta da noite também foi marcada por um belo e rápido nocaute. O baiano Edimilson Kevin mostrou muita técnica e com um soco forte com o punho direito levou o rival gaúcho Mauro Chaulet à lona aos 3m03s do primeiro round. Este foi o quinto nocaute seguido de Kevin. O duelo foi válido pela categoria peso-pena.

A ex-BBB Laisa Portela atuou como ring girl do evento (Foto: Ivan Raupp / Globoesporte.com)

Confira todos os resultados do Jungle Belt:
ldemar Marajó venceu Itamar Rosa por nocaute técnico a 1m07s do primeiro round
Arinaldo da Silva venceu Sidney Abedi por finalização (guilhotina) aos 57s do primeiro round
Sean Cubby venceu Dimitry Zebroski por decisão unânime dos jurados
Lúcio Curado venceu Ary Santos por finalização (mata-leão) a 1m45s do segundo round
Edmilson Kevin venceu Mauro Chaulet por nocaute aos 3m0s do primeiro round
Wagner Noronha venceu Claudir Dutkevis por nocaute técnico a 1m03s do primeiro round
Douglas del Rio venceu Giovanne Guedes por nocaute aos 3m38s do segundo round




Fonte:SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More