terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Pezão pede revanche com Velásquez: 'A história poderá ser bem diferente'

Brasileiro diz que aprendeu muito com derrota para o atual campeão


>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue


No dia 26 de maio do ano passado,Antônio Pezão fez sua tão esperada estreia no UFC, mas o resultado foi longe de ser o que ele queria. Levado ao chão por Cain Velásquez no início do primeiro round, o brasileiro sofreu com o forte ground and pound do americano. Levou uma cotovelada no rosto que abriu um corte grande na testa e ficou com a visão prejudicada por causa do sangue. Sem poder enxergar direito, não conseguiu se defender dos golpes e perdeu por nocaute técnico. Duas vitórias depois - sobre Travis Browne e Alistair Overeem (assista ao lado) -, Pezão quer a revanche e acredita que poder ter melhor sorte desta vez, já que evoluiu desde que enfrentou Velásquez.

- Aprendi muito com aquela derrota. Acredito que me tornei um melhor atleta após esse combate. Acabei cometendo um erro por não seguir a estratégia que os meus treinadores passaram, e paguei por isso. Entrando focado e com a estratégia certinha, a história poderá ser bem diferente em uma possível revanche - disse o paraibano via assessoria de imprensa.

Antônio Pezão sofreu corte grande no início da luta com Velásquez (Foto: Agência Getty Images)

Mas se Pezão subiu alguns degraus dentro da categoria, Cain Velásquez não ficou para trás. O americano derrotou Junior Cigano em dezembro e retomou o título peso-pesado do UFC. O brasileiro diz que uma negociação para sua próxima luta ainda não foi iniciada, mas ele reforça o desejo de enfrentar Velásquez.

- Ainda não existe nada, só especulação da mídia. Se eu pudesse escolher um adversário, seria o Cain Velasquez. Quando nos enfrentamos, praticamente não consegui lutar e seria ótimo essa revanche, mesmo que não fosse pelo cinturão. Respeito muito o Cain, mas profissionalmente seria um ótimo combate - disse.

Durante entrevista coletiva após o UFC 156, Dana White disse que não teria nada contra uma segunda luta entre Cain Velásquez e Antônio Pezão. O dirigente também revelou que até um combate entre o atual campeão e Daniel Cormier, que é seu companheiro de treino e técnico, é possível.





Fonte:SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More