sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Renan Barão considera subir para os penas... se José Aldo for para os leves

Companheiro de equipe e de treinos do campeão dos penas, potiguar diz que se sentiria mais relaxado se não tivesse que perder tanto peso entre os galos


>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue

Renan Barão exibe o cinturão interino dos galos do
UFC no Rio (Foto: Gaspar Nóbrega/Divulgação/UFC)

O brasileiro Renan Barão não tem do que reclamar da categoria dos pesos-galos do UFC. Atual campeão interino da divisão, o potiguar vem colecionando bons resultados nos últimos anos. A sequência de 29 vitórias seguidas o torna um dos lutadores, senão o lutador, com a maior sequência invicta do MMA. Mas o domínio da sua divisão de peso pode ter data para acabar. Mais precisamente, daqui a dois ou três anos, ou quando o atual campeão dos pesos-penas, seu companheiro de equipe e de treinos, e também seu amigo, José Aldo, decidir subir para os pesos-leves.

- Eu me sinto muito bem nessa categoria dos galos, mas em dois ou três anos, de o Aldo decidir subir para os leves, talvez eu suba para os penas. Eu costumava lutar entre os penas, mas quando firmamos o contrato com o WEC, nosso técnico decidiu que eu deveria lutar entre os galos, porque eu nunca disputaria o cinturão dos penas enquanto o campeão fosse o Aldo. Nosso treinador queria um outro campeão na equipe - disse Barão ao site "MMA Junkie".

Renan Barão comemora ter batido o peso para o UFC 149, onde venceu Urijah Faber (Foto: AP)

O brasileiro estreou no WEC em junho de 2010, em uma luta de peso-casado de 64kg contra Anthony Leone a pedido do adversário, que aceitou a luta em cima da hora. Todas suas lutas após essa foram disputadas no limite dos pesos-galos, de 61,2kg.

- Eu tenho o mesmo peso do José Aldo, mas tenho que perder mais peso para bater o limite dos galos. Acho que, indo para os penas, cujo limite é de 65,8kg, eu sofreria muito menos. O corte de peso é muito difícil para mim. Subindo de divisão, eu poderia comer melhor e relaxar mais. Bater o peso é o que me deixa mais nervoso na preparação para lutar. Eu fico neurótico durante o período em que faço o corte. Se tivesse que perder menos peso, relaxaria muito mais - disse Barão, que enfrenta Michael McDonald na luta principal do UFC do dia 16 de fevereiro, em Londres.

Confira o card completo do evento:

UFC: Barão x McDonald
16 de fevereiro de 2013, em Londres

CARD PRINCIPAL
Renan Barão x Michael McDonald
Dustin Poirier x Cub Swanson
Jimi Manuwa x Cyrille Diabate
James Te Huna x Ryan Jimmo
Che Mills x Matt Riddle

CARD PRELIMINAR
Terry Etim x Renée Forte
Paull Sass x Danny Castillo
Gunnar Nelson x Jorge Santiago
Andy Ogle x Josh Grispi
Tom Watson x Stanislav Nedkov
Vaughan Lee x Motonobu Tezuka
Ulysses Gomez x Phil Harris



Fonte:SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More