segunda-feira, 18 de março de 2013

Georges St-Pierre elogia as mulheres brasileiras: 'São as mais bonitas do mundo'

Campeão peso-meio-médio do UFC fala em português e diz que pode voltar ao Rio no inverno. Córner brasileiro conta de confusão com Kron Gracie

>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue

Um dia depois de vencer o americano Nick Diaz no UFC 158, o campeão mundial dos pesos-meio-médios, Georges St-Pierre, mostrou dominar, além do octógono, a língua portuguesa. O canadense, que teve o faixa-preta de jiu-jítsu Bráulio Estima em sua equipe no Bell Centre, em Montreal, agradeceu à torcida brasileira pelo apoio, em entrevista por telefone ao programa de rádio "Mundo da Luta".

- Já aprendi português com meus amigos do jiu-jítsu brasileiro. Eu falo português também porque creio que as mulheres do Brasil são as mais bonitas do mundo! Meu português é "terrible"! (risos) - disse um simpático St-Pierre.

O canadense ainda disse que pretendia voltar ao Rio de Janeiro, que já visitou anteriormente, durante o inverno. Quanto à superluta contra Anderson Silva, porém, voltou a se esquivar e disse apenas que não sabia se aconteceria, antes de se despedir.

Georges St-Pierre jogou charme para as mulheres brasileiras (Foto: Marcelo Russio/Globoesporte.com)

Bráulio Estima, tricampeão mundial de jiu-jítsu e bicampeão do ADCC (prestigioso torneio de luta agarrada), por sua vez, revelou que o clima de rivalidade entre St-Pierre e Diaz passou também às suas respectivas equipes. "Carcará", que chegou a ter uma luta de jiu-jítsu marcada com Nick Diaz em 2012, mas que não aconteceu devido a divergências do americano com a organização, relatou ameaças da equipe adversária após a luta, inclusive vindas de Kron Gracie, filho de Rickson Gracie e amigo de longa data de Estima.

- Ao final da luta, os córneres sempre se cumprimentam, como forma de respeito, e fui lá prestar meu respeito. Fui apertar a mão do Kron e senti ele um pouco frio comigo. Falei, "Kron, está tudo bem?", e ele disse, "Brincadeira aqui não, cara, não é hora de brincadeira aqui". Eu falei, "Ninguém está de brincadeira aqui, eu vim te dar um aperto de mão porque a gente é amigo acima de tudo!" Deixei por isso mesmo, apertei a mão do Nate Diaz, apertei a mão do Nick e ele me deixou um pouco de lado. Esperei as coisas acabarem porque eu tenho - quer dizer, tinha - um carinho de verdade pelo Kron. Quando acabou, fui falar com o Kron, "Bichão, calma aí, somos amigos, não pode se tratar assim", e ele disse, "Bráulio, sai daqui, senão vou ter que dar porrada..." Eu fiquei triste demais com essa resposta dele no vestiário, embora eu entendo essa situação, ele estava ao lado do Nick Diaz, fazendo os testes, e senti que ele estava sob pressão - desabafou Bráulio Estima, que contou ainda que, após a coletiva de imprensa pós-luta, recebeu provocações tanto dos irmãos Diaz, quanto de Kron Gracie.





Fonte:SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More