segunda-feira, 6 de maio de 2013

Foguete e Marreta aproveitam novas chances e avançam no TUF Brasil 2

Substituto do lesionado Yan Cabral, Daniel Gelo não bate peso e é desclassificado da competição. Marreta derrota Pedro Iriê na repescagem

>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue

O quadro de classificados às quartas de final do The Ultimate Fighter Brasil 2 - Em Busca de Campeões foi fechado neste domingo com os dois últimos classificados. Na luta de repescagem, o carioca Thiago Marreta eliminou o paulista Pedro Iriê, seu companheiro de Time Werdum, em vitória por pontos. Já Cleiton Foguete, do Time Nogueira, avançou automaticamente quando seu adversário, Daniel Gelo, falhou em bater o limite de peso da categoria meio-médio, 77,56kg, e foi desclassificado da competição.

Thiago Marreta comemora a vitória sobre Pedro Iriê na repescagem do TUF Brasil 2 (Foto: Getty Images)

Com isso, cinco lutadores da equipe de Rodrigo Minotauro (William Patolino, Léo Santos, Luiz Besouro, Santiago Ponzinibbio e Cleiton Foguete) e três da equipe de Fabricio Werdum (Tiago Alves, Viscardi Andrade e Thiago Marreta) avançaram à próxima fase do torneio.

O episódio

Os lutadores começaram o episódio discutindo a possibilidade de serem os escolhidos para a repescagem por uma vaga nas quartas de final. Juliano Ninja, Thiago Marreta, Pedro Iriê, Márcio Pedra, David Vieira, Cleiton Foguete e Thiago Jambo eram os candidatos ao combate extra, e todos prometeram agarrar a oportunidade com "unhas e dentes". Antes disso, porém, Fabricio Werdum anunciou o adversário de Daniel Gelo, substituto do lesionado Yan Cabral na casa. Assim como havia sido mostrado no episódio anterior, Cleiton Foguete foi o escolhido.

- Eu espero que o Gelo ou nocauteie ou seja nocauteado. Mas uma coisa que digo é que o campeão do TUF Brasil vai sair do time amarelo, disso eu tenho certeza - disse Werdum.

Em seguida, Minotauro e Werdum anunciaram os dois escolhidos pelo UFC para a repescagem. Surpreendentemente, os dois foram do time amarelo: Thiago Marreta e Pedro Iriê. David Vieira claramente ficou decepcionado.

- Eu estava muito esperançoso, achando que poderia ter uma segunda chance. Agora que eu estava realmente preparado, 100%, queria lutar, não vou conseguir lutar. Mas a vida é assim mesmo, te dá umas porradas quando você não espera - lamentou o atleta.


Eliminado do torneio, Vieira começou a inventar coisas para fazer - e a chamar William Patolino para seguí-lo nas brincadeiras. Numa noite, a dupla virou todos os quadros de cabeça para baixo, pendurou bancos no teto, misturou tequila com todos os líquidos da casa. Quando o resto do time acordou, encontrou tudo trocado. Tiago Alves foi beber um suco e, ao sentir o gosto, cuspiu tudo.

- Engoli de uma vez, dei umas três goladas, pensei, "Nossa, está estragado esse suco?" Não, colocaram tequila nele - disse Alves. David Vieira foi obrigado a arrumar tudo posteriormente.

Na chegada ao centro de treinamentos, Werdum revelou que Daniel Gelo ainda estava com mais de 80kg, e precisaria trabalhar muito para baixar para o limite da categoria, 77,56kg. Gelo, por sua vez, disse que acordou com 80,9kg, mas que o peso não baixava. Tiago Alves disse que não haveria maiores problemas, que só faltava um quilo para baixar, mas o fluminense não parecia tão confiante, correndo sem parar na esteira.


Enquanto isso, Minotauro visitou o seu time na casa para realizar um treino ao ar livre e um churrasco. Foguete foi quem mais sofreu, pois, lesionado e com peso por perder, não podia correr, nem comer muito: passou a maior parte do tempo com o pé esquerdo num balde de gelo. De resto, clima descontraído entre os integrantes da equipe verde. Responsável pelo churrasco, o argentino Santiago Ponzinibbio foi elogiado pelo treinador Minotauro.

- Santiago, vou te contratar! Se você não for lutador, vai ser meu cozinheiro! - brincou o ex-campeão interino dos pesos-pesados do UFC.

Após entrar no meio do programa, Gelo não bateu
peso e foi desclassificado (Foto: Divulgação/UFC)

De volta ao CT do TUF Brasil, os lutadores foram à pesagem. Primeiro, os oponentes da luta de repescagem: Marreta e Iriê bateram 77kg cada. Em seguida, foi a vez de Gelo, que, mesmo nu, marcou 78,6kg. O representante da comissão atlética avisou que, de acordo com os procedimentos adotados por ela, nenhum atleta poderia perder mais de um quilo em uma hora - o que significava que Gelo não receberia tempo extra para perder o peso. A reação entre os treinadores e companheiros de equipe foi de incredulidade, com muitos questionando a força de vontade do fluminense. Enquanto Luiz Besouro, amigo de Gelo fora da casa, e Márcio Pedra o consolaram, a maioria considerou irresponsabilidade do atleta. O fluminense chorou, desesperado.

- Fiquei um pouco assim de ter ouvido que foi falta de profissionalismo. Para mim, não foi, foi questão de organismo. Foi surpresa para mim também. Tenho certeza que fui até onde eu poderia ir - lamentou Daniel Gelo.

Foguete pesou 77kg e, por isso, passou adiante sem precisar nem lutar. Gelo acabou desclassificado e cortado do programa - segundo Minotauro e Werdum, após irritar bastante o presidente Dana White por não ter batido o peso.

A luta pela repescagem, por sua vez, continuou de pé. Marreta e Iriê, companheiros de equipe, chegaram juntos, mas o primeiro pegou o vestiário do Time Nogueira para se preparar. Fabricio Werdum contou que ele ficaria no córner de Marreta e que seus assistentes Fábio Gurgel e Felipe Werdum seriam os córneres de Iriê, após decisão conjunta dos treinadores. O ex-campeão dos pesos-meio-pesados Chuck Liddell, treinador convidado do episódio anterior, apareceu para assistir à luta.

A luta
De short amarelo, Pedro Iriê começou fintando uma combinação em cima e acertando um chute baixo. Ele conectou ainda um jab de esquerda e estava entrando mais com os socos no começo, mas Marreta também entrou com um chute baixo. Outro chute baixo desequilibrou Iriê, que rapidamente se levantou. Ele passou no vazio com um cruzado e o atleta de short azul tentou partir para cima. Marreta passou a usar sua envergadura para manter a distância, com ponteiras e ganchos, mas Iriê entrou bem com um direto. Ao tentar partir para cima, o atleta de amarelo levou um gancho e sentiu. Marreta tentou aproveitar o bom momento, mas Iriê rapidamente se recompôs. Ele acertou uma boa sequência de jabs e diretos, mas Marreta permanceu de pé. O carioca conectou chutes baixos, mas o paulista golpeava mais com as mãos. Marreta aplicou boa sequência de cruzado e chute alto, e tentou manter a distância com pisões na perna, mas Iriê atacava com jabs e diretos. O equilibrado primeiro round terminou com os dois se estudando.

Thiago Marreta tenta uma cotovelada em Pedro Iriê: luta bastante equilibrada (Foto: Getty Images)

Marreta começou o segundo round com uma ponteira no vazio, e Iriê também só pegou ar com um overhand de direita. Um jab de esquerda conectou no queixo de Marreta, que seguiu de pé. O carioca buscava mais a luta, mas Iriê contragolpeava bem. Um chute alto do atleta de azul ficou na guarda, mas ele conectou um gancho de direita e um chute no corpo. Um gancho de esquerda também entrou. Iriê caminhava para frente, mas apenas se defendia. O carioca atacava com pisões, chutes no corpo, jabs. Iriê passou a acertar chutes baixos, enquanto Patolino avisava Marreta para levantar a guarda. Iriê passou raspando com um overhand de direita, e o carioca respondeu com uma sequência de jab e direto. O lutador de azul conectou mais um chute no corpo. Sentindo a vitória próxima, Marreta passou a circular pelo ringue, apenas aguardando o final, e ainda acertou um cruzado de esquerda no soar do gongo.

Thiago Marreta foi anunciado vencedor por decisão unânime dos juízes e avançou às quartas de final. Muito elogiados pelo treinador Werdum, que considerou o combate um dos melhores do programa, os dois mostraram boa esportividade e amizade após a luta.



Fonte:SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More