terça-feira, 18 de junho de 2013

Pettis 'surta' após lesão: 'Estou no fim da fila em duas divisões de peso'

Peso-leve lamenta joelho machucado, sofrido em treino em sua última passagem pelo Brasil, e nega que quer roubar luta de TJ Grant no UFC 164

>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue

O lutador americano Anthony Pettis afirmou nesta segunda-feira que está "surtando" desde que foi retirado da luta contra José Aldo no UFC 163, ou UFC Rio 4, na semana passada, por causa de uma lesão. No fim de semana, o peso-leve, que havia descido para o peso-pena apenas para encarar o brasileiro, declarou que estaria curado a tempo de lutar no UFC 164, no dia 31 de agosto, em Milwaukee, sua cidade natal, local onde o campeão dos pesos-leves, Ben Henderson, enfrentará o canadense TJ Grant. A afirmação foi como um ato de desespero de um lutador que viu mais uma chance de disputar o título escapar pelas mãos.

Anthony Pettis na sua última visita ao Rio, quando sofreu sua lesão (Foto: Ivan Raupp)

Último campeão até 70kg do WEC, Pettis deveria enfrentar em sua estreia no UFC, em 2011, o vencedor do duelo entre Frankie Edgar, então campeão, e Gray Maynard no UFC 125, mas o combate terminou empatado e Maynard recebeu direito à revanche. "Showtime" aceitou lutar com Clay Guida para se manter em ritmo e acabou derrotado. Desde então, retomou sua posição como desafiante número 1 com vitórias sobre Jeremy Stephens, Joe Lauzon e Donald Cerrone, mas, em vez de esperar a luta entre Henderson, novo campeão, e Gilbert Melendez em abril, pediu para descer de categoria e enfrentar Aldo. No fim das contas, ficou sem um nem outro.

- Estou preso no fim da fila novamente em duas categorias de peso. Fiz de tudo na minha capacidade para fazer isso acontecer, o UFC está cuidando do que é melhor para minha saúde, não posso reclamar deles por isso. Não acredito que isso aconteceu, cara. Eu perdi outra chance de cinturão que escorregou pelos meus dedos. Eu me sentia ótimo, estou a poucas semanas da luta, provavelmente na melhor forma que já me senti. Eu me sentia invencível nos treinos, estava tão afiado. Ver isso acontecer é uma infelicidade. Eu não consegui dormir nos últimos dois dias pensando no que aconteceria - contou Pettis, em entrevista ao podcast "The MMA Hour".

O lutador americano relatou como aconteceu sua lesão, numa sessão de treino improvisada no dia de sua última visita ao Rio de Janeiro, para sessão de entrevistas à imprensa em divulgação do UFC 163, que acontece no dia 3 de agosto.

- No último dia da coletiva de imprensa no Brasil, o UFC nos levou para fazer um pouco de mídia e encontrar a imprensa local brasileira. Eu e Phil Davis decidimos fazer um "rola", antes de voltarmos ao avião, então fomos para a academia do meu treinador. Acho que foi no último round, nos últimos cinco minutos, meu joelho ficou preso numa posição estranha, e ouvi um estalo. Eu achei que estava tudo bem, entrei no avião, e estourou. Tive de fazer uma ressonância magnética e o UFC descobriu - lembrou Pettis, que foi substituído por Chan Sung Jung, o "Zumbi Coreano", no evento do Rio.

Pettis só quer ficar no peso-pena se for para lutar
com Aldo (Foto:Alexandre Loureiro/Inovafoto)

O peso-leve comentou também sua declaração de que estaria pronto para lutar no UFC 164. Pettis jurou que não queria prejudicar TJ Grant ou roubar seu momento, mas expressou uma vontade de lutar em casa e muita frustração por ter perdido outra chance de sair campeão.

- As palavras exatas do meu médico foram, "Em 3 de agosto, você estará sentado em casa 100%", e eu pensei, "Droga, eu podia estar nessa luta". Sabe, eu estou surtando, tentando arrumar um jeito de consertar isso e olhando para todas as possibilidades, então você não pode me culpar por tentar, sabe? É na minha cidade. TJ Grant mereceu sua chance e não vou dizer que eu devia estar lutando ou que TJ Grant não merece. Ele mereceu sua chance e está lá por uma razão, eu não quero que os fãs achem que estou tentando tomar sua posição ou algo assim, mas ao mesmo tempo, não podem me culpar por tentar. Eu quero tanto uma chance de título! - disse o lutador, que se consultará com um médico apontado pelo Ultimate nesta semana para receber uma segunda opinião.

Quanto ao seu futuro, Pettis deixou claro: só tem interesse em ficar entre os pesos-penas se for para enfrentar José Aldo. Se não receber nova chance, prefere subir de volta aos pesos-leves.

- A única pessoa que quero enfrentar no peso-pena é o José Aldo. Os fãs vão dizer o que quiserem, "ele está fingindo uma lesão" e coisas assim. Cara, eu quero essa luta tanto, estava mais empolgado que qualquer um para essa luta. Eu senti que tenho o que é preciso para bater José Aldo. Esta é a luta que quero. Não vou cortar o peso extra e fazer isso com meu corpo por uma luta de desafiante número 1 ou algo assim.




Fonte:Combate

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More