quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Jake Shields trava jiu-jítsu de Demian Maia e vence luta equilibrada no UFC

Americano mantém adversário sob controle no solo por boa parte de cinco rounds e esfria sonho do brasileiro de disputar o cinturão dos meio-médios

>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue

O brasileiro Demian Maia entrou no octógono do Ginásio Poliesportivo José Corrêa, em Barueri, nesta quarta-feira com expectativas de disputar o cinturão dos pesos-meio-médios caso saísse com uma vitória. Porém, do outro lado, estava outro lutador que já desafiou o atual campeão da categoria: Jake Shields, que mostrou o antijogo perfeito para o jiu-jítsu do brasileiro. Ao final, uma luta muito equilibrada e sem momentos decisivos para nenhum dos lados terminou com o anúncio de uma vitória por decisão dividida do americano, que, na opinião de dois dos três jurados laterais, venceu três dos cinco rounds do evento principal do UFC Fight Night no Combate: Maia x Shields.

Jake Shields desfere cotoveladas em Demian Maia: americano foi melhor no solo (Foto: Rodrigo Malinverni)

Shields começou tentando manter Demian à distância com jabs e chutes baixos, mas não adiantou: logo, o brasileiro estava agarrado ao seu corpo, fazendo de tudo para derrubá-lo. Em menos de um minuto, o americano estava com as costas no chão. Shields manteve os dois ganchos por dentro das pernas de Demian para impedir que ele tomasse o domínio e conseguiu se levantar, mas o paulista voltou a levá-lo para o chão. O americano se levantou, Demian pegou suas costas e mochilou. Por um instante, parecia que encaixaria um mata-leão, mas Shields surpreendeu, inverteu a posição e ficou por cima do brasileiro no chão. Ele passou à meia-guarda e desferiu alguns socos no rosto, mas o lutador da casa conseguia impedir que o adversário tivesse muita efetividade.

No segundo round, os dois lutadores não hesitaram muito em tentar levar o combate para o chão. Shields não teve sucesso na primeira tentativa, nem Demian. O americano conseguiu a queda no seu segundo esforço e se manteve por cimapelo resto do round, golpeando o brasileiro na cabeça e no corpo. O lutador local se esforçava para raspar e até tentou trabalhar em busca de um triângulo, mas foi sempre bem defendido pelo visitante. Jake Shields pontuou com cotoveladas e passagens de guarda, para desespero da torcida, que o vaiava.

Demian Maia tenta um direto de esquerda em
Shields (Foto: Rodrigo Malinverni)

O primeiro minuto do terceiro round foi de trocação, e Demian levou a melhor. O paulista acertou cruzados e chutes baixos, e Shields passou a buscar a queda. Desta vez, o lutador da casa defendeu bem, voltou à luta em pé e balançou o americano com um direto de direita. Demian foi para o chão, tentou pegar as costas, mas Shields mostrou explosão e conseguiu inverter a posição. A partir daí, o visitante apenas pesou sobre o brasileiro e acertou golpes quando o árbitro ameaçou recolocá-los de pé, mas foi o suficiente para convencer muitos de que havia virado o round.

Os dois lutadores voltaram trocando no quarto período. Shields acertou um chute alto e Demian conectou um soco no corpo. O americano disparou numa tentativa de queda, mas o brasileiro defendeu, esgrimou e passou a ter o controle contra a grade. Após alguns minutos de luta agarrada sem ação, o árbitro Marc Godard separou os dois. Shields novamente tentou a catada de perna, mas o paulista defendeu e ficou em pé. Ele conseguiu inverter e botar o visitante no chão, mas não evoluiu para nenhuma posição e, após alguns segundos, Godard recolocou os dois em pé, onde os golpes dos dois lados também não surtiram muito efeito.

O último período foi de ataques em câmera lenta na luta em pé. Shields arriscava chutes e socos e Demian apenas defendia. O americano voltou a catar a perna do brasileiro, que se manteve de pé, esgrimou e inverteu posição na grade. Ele acertou uma cotovelada de leve na cabeça e se desvencilhou, mas Shields parecia mais inteiro e acertava mais socos e chutes. Um direto de esquerda de Demian conectou bem, e o americano voltou a mergulhar nas pernas do paulista. Ele defendeu a queda de novo, e partiu para o ataque nos segundos finais, conectando overhands de esquerda. Porém, não foi o suficiente para convencer todos os juízes de que ele havia vencido o combate.

- Foi uma das lutas mais duras da minha carreira, como as contra Georges St-Pierre e Dan Henderson. Ele é um fenômeno, um mestre no que faz. Foi uma luta muito dura. No quinto round, para mim, estava dois rounds para cada lado, muito próximo. A gente precisava mostrar tudo o que podia, eu estava cansado, mas acho que consegui mostrar mais - disse Jake Shields após a vitória.

Confira os resultados completos do UFC Fight Night no Combate: Maia x Shields:

UFC Fight Night no Combate: Maia x Shields
9 de outubro de 2013, em Barueri (SP)

CARD PRINCIPAL
Jake Shields venceu Demian Maia por decisão dividida
Dong Hyun Kim venceu Erick Silva por nocaute aos 3m01s do segundo round
Thiago Silva venceu Matt Hamill por decisão unânime
Fábio Maldonado venceu Joey Beltran por decisão dividida
Rousimar Toquinho venceu Mike Pierce por finalização (chave de calcanhar) aos 31s do primeiro round
Raphael Assunção venceu TJ Dillashaw por decisão dividida

CARD PRELIMINAR
Igor Araújo venceu Ildemar Marajó por decisão unânime
Yan Cabral venceu David Mitchell por decisão unânime
Chris Cariaso venceu Iliarde Santos por nocaute técnico aos 4m31s do segundo round
Alan Nuguette venceu Garett Whiteley por nocaute técnico aos 3m54s do primeiro round



Fonte:Combate

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More