domingo, 17 de novembro de 2013

Dana White detona jurados, diz que Hendricks venceu e merece revanche

Presidente do UFC diz que está 'com medo' de fazer lutas em Las Vegas por decisões de juízes e fica confuso com anúncio de GSP após o combate

>> Siga o Site no Twitter: @DentrodoRingue
>> Siga o Site no Facebook.com/DentrodoRingue

Conte o próprio presidente do UFC, Dana White, entre os insatisfeitos com oresultado do combate entre Georges St-Pierre e Johny Hendricks, no evento principal do UFC 167, neste sábado em Las Vegas. Na coletiva de imprensa pós-evento, o dirigente não mediu palavras para criticar os juízes laterais, que apontaram vitória do canadense e campeão peso-meio-médio por decisão dividida. Ele, como muitos dos jornalistas e fãs, considerou que Hendricks mereceu ser o vencedor.

- Estou impressionado que Georges St-Pierre tenha vencido hoje. E olha que sou um promotor. Ele é o maior vendedor de pay per view do mundo, eu deveria estar feliz. Estou com medo de fazer lutas aqui. A Comissão Atlética de Nevada está fazendo o mesmo que fez com boxe. Ninguém com quem falei acha que St-Pierre venceu a luta - declarou um irritado Dana White, que pediu inclusive que o governo intercedesse, já que as comissões são ligadas ao poder estadual.

Dana White esculhambou os jurados da Comissão Atlética do Estado de Nevada (Foto: Evelyn Rodrigues)

O dirigente assegurou que Hendricks receberá uma revanche, a não ser que St-Pierre se aposente, cenário que ficou aparente após o campeão discursar dentro do octógono e declarar que "daria um tempo" na carreira. Dana White negou que estivesse com raiva de St-Pierre, mas disse também que o campeão não pode simplesmente "dar um tempo", especialmente após uma luta tão polêmica como a que aconteceu na madrugada deste sábado.

- GSP deve à empresa, aos fãs e ao Hendricks a revanche. Não é culpa do Georges, não foi ele que escolheu vencer, foram os jurados que deram a vitória a ele. Mas, depois de uma luta como essa, você dizer que vai dar um tempo? Não é justo. Se ele tivesse problemas de saúde, ele não estaria lutando. Ele é o campeão mundial, tem o cinturão há sete anos. Se você não quer lutar, quer dar um tempo, se aposente. Claramente, ele tinha um plano antes da luta. Imagine se eu dissesse para o Lorenzo (Fertitta, sócio de White no UFC), "Vou tirar um ano e meio porque tenho que lidar como umas coisas". Como você acha que isso soaria? Isso não está certo. Johny Hendricks venceu essa luta e deveria ter uma oportunidade para lutar de novo - afirmou o dirigente.

Confira os resultados completos do UFC 167:

UFC 167
16 de novembro de 2013, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL
Georges St-Pierre venceu Johny Hendricks por decisão dividida
Rashad Evans venceu Chael Sonnen por nocaute técnico aos 4m05s do primeiro round
Robbie Lawler venceu Rory MacDonald por decisão dividida
Tyron Woodley venceu Josh Koscheck por nocaute aos 4m38s do primeiro round
Ali Bagautinov venceu Tim Elliott por decisão unânime

CARD PRELIMINAR
Donald Cerrone venceu Evan Dunham por finalização (triângulo) aos 3m49s do segundo round
Thales Leites venceu Ed Herman por decisão unânime
Rick Story venceu Brian Ebersole por decisão unânime
Erik Perez venceu Edwin Figueroa por decisão unânime
Jason High venceu Anthony Lapsley por decisão unânime
Sergio Pettis venceu Will Campuzano por decisão unânime
Gian Villante venceu Cody Donovan por nocaute técnico a 1m22s do segundo round


Fonte:Combate

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More