terça-feira, 12 de maio de 2015

Edgar enfrenta Faber de olho em Aldo: "Posso acabar com seu reinado", diz

Americano, no entanto, aposta em vitória do campeão peso-pena sobre Conor McGregor: "José é um animal diferente e é muito perigoso lutando em pé", afirma


Frankie Edgar quer nova chance contra José Aldo (Foto: Evelyn Rodrigues)

Atual segundo colocado no ranking dos pesos-penas do Ultimate,Frankie Edgar volta ao octógono neste sábado em duelo contra Urijah Faber, na estreia do adversário na divisão até 65 kg. O ex-campeão dos leves, que vem de três vitórias seguidas sobre Cub Swanson, BJ Penn e Charles “Do Bronx”, espera que uma vitória sobre o “Califórnia Kid” o coloque novamente na disputa pelo cinturão da categoria. E o americano acredita que será capaz de destronar José Aldo, a quem já enfrentou em uma luta bastante disputada, em fevereiro de 2013.

- Eu acho que eu posso ser o próximo da fila (pelo cinturão do Aldo). Sei que tenho que focar nessa luta com o Urijah agora, sou o número dois do ranking e acho que uma vitória sobre o Faber não vai me colocar para baixo, vai sim me colocar onde eu mereço estar e essa é a chance ao título. Me perguntaram certa vez se eu preferia tirar o cinturão do Aldo ou do McGregor e eu respondi que gostaria de ser o cara a tomar o cinturão do Aldo, porque ele tem sido tão dominante e ninguém até hoje conseguiu decifrar o seu código. Eu acho que cheguei perto na nossa luta. Algumas pessoas acham que eu o venci. Foi uma luta parelha, mas ele acabou com a mão levantada. Porém, acredito que desde então melhorei muito como lutador e aprendi com isso. Acho que posso ser o cara a decifrar esse código e acabar com o seu reinado - declarou em entrevista ao Combate.com.

Apesar da declaração, Edgar também saiu em defesa do campeão peso-pena, que vinha sendo bastante criticado por seu estilo mais cauteloso e estratégia mais conservadora em seus últimos duelos:

- Eu não acho que o Aldo tem sido um lutador conservador, ele tem enfrentado os melhores caras do mundo. Quando você é o campeão, você deve enfrentar os desafiantes número um e é isso que ele tem feito. Todo mundo quer a sua cabeça e é difícil entrar lá e ser tão dominante, porque todo mundo está te estudando há um tempão e muitos desses lutadores só entram no radar do campeão quando entram para o Top 10, Top 5. Os caras mais pesados conseguem ser mais dominantes, mas é mais difícil para os pesos mais leves, porque é uma categoria mais técnica. Os lutadores maiores têm mais força, conseguem nocautear mais facilmente. Eu acho que o Aldo tem sido dominante sim, tem vencido todo mundo e acho que a sua última luta mostra que ele é um lutador muito agressivo.

Sobre o próximo desafio do brasileiro, que defenderá seu cinturão contra Conor McGregor no dia 11 de julho, em Las Vegas, “The Answer” afirmou que o irlandês merece a chance ao título, mas que não conseguirá passar pelo desafio mais difícil de sua carreira.

- Eu acho que essa é uma excelente luta para o McGregor, porque não acho que o Aldo vai entrar lá para tentar quedá-lo. Ele vai querer lutar em pé com o McGregor, no que provavelmente é a melhor área do jogo do Conor. Porém, McGregor nunca enfrentou ninguém como o Aldo, não tem como comparar. Aldo é um animal diferente e é muito perigoso lutando em pé. Acredito que ele vença essa luta sem problema.

Frankie Edgar e Urijah Faber se enfrentam na luta principal do primeiro UFC nas Filipinas (Foto: Evelyn Rodrigues)


Edgar confessou que hesitou um pouco em aceitar a luta principal do UFC Filipinas, que acontece neste sábado em Manila, mas se mostrou bastante empolgado quando o presidente do UFC, Dana White, comparou o seu duelo contra Faber com o histórico combate conhecido como “Thrilla in Manila”, protagonizado pelas lendas do boxe Muhammad Ali e Joe Frazier, em 1975.

- Foi engraçado quando eu recebi a notícia. O Dana White me ligou e disse: “Urijah Faber x Frankie Edgar é a ‘Thrilla in Manilla 2’ (risos)”. Então eu fiquei empolgado, claro, quando ouvi que seria o Faber. Essa é uma luta que os fãs estão pedindo há bastante tempo. Fiquei um pouco relutante, porque seria nas Filipinas, mas por causa dessa coisa de viajar para outro continente, ter que me adaptar ao clima, comida, fuso horário, mas eu já fiz isso algumas vezes antes, então não vai ser de todo ruim. É uma honra ter esse tipo de comparação com um duelo que faz parte da história do boxe. Há grandes ídolos do esporte nas Filipinas, Pacquiao é de lá, acho que todo mundo vai receber o MMA de braços abertos.

Questionado sobre o adversário deste sábado, Frankie elogiou o líder da Team Alpha Male e afirmou que se preparou para ele como se fosse a luta mais difícil de sua carreira:

- Urijah é um veterano. Ele está nesse esporte há tanto tempo, já fez diversas lutas principais em eventos, já disputou muitas vezes o cinturão nos galos, penas, ao longo de sua carreira. Eu acho que ele vai estar preparado. Vou conduzir essa luta da mesma maneira que conduzo todas as minhas lutas. Vou entrar lá para enfrentar o melhor adversário que já tive na vida. É assim que eu prefiro ver os meus duelos, sempre coloco os meus adversários em um pedestal. Com o Urijah é fácil fazer isso, porque veja o que ele já fez em sua carreira. É por isso que vou estar preparado para o melhor Faber que existir - finalizou.


UFC Filipinas
16 de maio, em Manila (FIL)

CARD DO EVENTO:
Peso-pena: Frankie Edgar x Urijah Faber
Peso-médio: Gegard Mousasi x Costas Philippou
Peso-médio: Mark Muñoz x Luke Barnatt
Peso-meio-médio: Neil Magny x Hyun Gyu Lim
Peso-pena: Phillipe Nover x Yui Chul Nam
Peso-pena: Mark Eddiva x Levan Makashvili

CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Tae Hyun Bang x Jon Tuck
Peso-leve: Kajan Johnson x Lipeng Zhang
Peso-meio-médio: Li Jingliang x Dhiego Lima
Peso-galo: Guangyou Ning x Royston Wee
Peso-mosca: Jon Delos Reyes x Roldan Sangcha-an
Peso-mosca: Nolan Ticman x Zhuikui Yao


Por:Evelyn Rodrigues/SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More