sexta-feira, 22 de maio de 2015

Weidman: Anderson nunca me venceria. Não é desrespeito com ele, acho que ele é ótimo, mas simplesmente sinto que sou melhor.

Campeão dos pesos-médios sonha se tornar o melhor lutador de todos os tempos e quer provar contra Belfort que os rivais de sua categoria não estão no seu nível


Chris Weidman não tem medo de parecer arrogante em suas declarações quando vai atender a imprensa. Durante o "Media Day" desta quinta-feira, o campeão dos pesos-médios do Ultimate, responsável por acabar com o reinado de Anderson Silva na divisão até 84kg ao batê-lo duas vezes, disse que o brasileiro nunca o bateria. Neste sábado, outro atleta tupiniquim estará em seu caminho no UFC 187, em Las Vegas (EUA). E ele garante que o sentimento é o mesmo contraVitor Belfort, assim como era em sua última luta, contra Lyoto Machida, e em relação a qualquer outro oponente da categoria.


- Ele (Anderson) nunca me venceria. Nunca, nunca. Eu simplesmente sei, eu estive lá dentro com ele duas vezes, vi tudo o que ele tem, senti tudo. Não é desrespeito com ele, acho que ele é ótimo, mas simplesmente sinto que sou melhor. Sim, sinto o mesmo com o Vitor. Sinto o mesmo quanto a Lyoto Machida, quanto a qualquer um da minha categoria. Luke Rockhold, Jacaré, nenhum deles podem me bater. Não é pessoal com Anderson. Meu objetivo é provar isso no sábado, que nenhum deles está no meu nível - afirmou.

Chris Weidman afirma sentir que é o melhor de sua categoria (Foto: Evelyn Rodrigues)

Se antes o maior desejo de Weidman era vencer Anderson Silva, agora sua expectativa é ainda mais ambiciosa. O americano pretende se aposentar invicto e limpar a divisão dos médios.


- Meu sonho por muito tempo era não só conquistar o cinturão, mas tirá-lo de Anderson Silva e vencê-lo duas vezes. Esse sonho terminou e deu origem a um novo sonho: me tornar o melhor de todos os tempos, me aposentar invicto e arrasar completamente todo mundo na minha categoria. Talvez uma ou outra superluta - declarou, acrescentando que se surpreendeu com o doping de Spider em seu último confronto, contra Nick Diaz.

Vitor Belfort e Chris Weidman fizeram encarada no "Media Day" do UFC 187 (Foto: Evelyn Rodrigues)

- Eu fiquei surpreso, com certeza. Não confio em ninguém, não sei quem está usando algo ou não, nunca julgo o livro pela capa, mas Anderson Silva, eu achava que alguns dos caras do topo não estavam tomando nada. Acho que, quando você precisa tomar alguma coisa, é porque você é inseguro, e acho que campeões não precisam disso, não precisam preencher um vazio com esteroides. Eles são confiantes em si mesmos e seu trabalho duro. Fiquei surpreso.


Sobre o combate contra Belfort, o "All American" disparou que a época do brasileiro já passou e que suas habilidades serão "demais para ele".


- Tudo o que sei é que essa é minha hora. Trabalho muito duro todos os dias para ser o melhor do mundo, para estar onde estou. Acho que ele teve sua época, e agora é a minha vez. Acho que vou ser demais para ele. Quero enfrentar os melhores que estão aí, quero enfrentar gente que as pessoas achem que eu não posso derrotar. Qualquer um desses, estou disposto a lutar - finalizou.


O canal Combate transmite o UFC 187 ao vivo, direto de Las Vegas, neste sábado a partir das 19h (horário de Brasília), com acesso também pelo aplicativo Combate Play. OCombate.com acompanha o evento com Tempo Real e transmissão das duas primeiras lutas a partir do mesmo horário. Na sexta-feira, canal e site transmitem a pesagem oficial do evento a partir das 19h45m. Durante todo o evento será possível participar do Tempo Real que esquentará o clima para as disputas de cinturão. Basta enviar uma mensagem no Twitter com a hashtag #CombatenoUFC187.


UFC 187
23 de maio, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Anthony Johnson
Peso-médio: Chris Weidman x Vitor Belfort
Peso-leve: Donald Cerrone x John Makdessi
Peso-pesado: Travis Browne x Andrei Arlovski
Peso-mosca: Joseph Benavidez x John Moraga

CARD PRELIMINAR
Peso-mosca: John Dodson x Zach Makovsky
Peso-meio-médio: Josh Burkman x Dong Hyun Kim
Peso-médio: Uriah Hall x Rafael Sapo
Peso-palha: Rose Namajunas x Nina Ansaroff
Peso-meio-médio: Mike Pyle x Colby Covington
Peso-leve: Leo Kuntz x Islam Makhachev
Peso-mosca: Josh Sampo x Justin Scoggins





Por:Evelyn Rodrigues, Marcelo Barone, Marcelo Russio/SporTV

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More